Tempo de warm-up

Seguindo a máxima eterna de que no AnyLogic existem n-k-pi maneiras de fazer a mesma coisa (chore). O tempo de aquecimento ou de warm-up tem uma primeira bifurcação na largada, dividindo os sábios que possuem uma licença do software, dos sábios que queriam muito ter (mas por enquanto estão usando uma versão PLE):

  1. “Eu tenho a licença!” [Snapshoot] O AnyLogic tem recursos diferenciados para o tratamento do tempo de warm-up da simulação. Um deles somente está disponível nas versões profissional ou researcher: a possibilidade de salvar um snapshot do modelo. Um snapshot salva o estado atual do modelo durante a simulação, gerando um arquivo de estados. Tal solução elimina a necessidade do tempo de warm-up, bem como deixa a simulação bem mais rápida, pois você não precisa re-simular o estado inicial (afinal, ele já está simulado e salvo). Te confundi? Veja o vídeo explicativo no YouTube.

  2. [Parâmetro de warm-up] Neste tutorial, não utilizamos tempos de warm-up nas simulações, visando manter alguma simplicidade do material. Não por acaso, o exemplo modelado (uma Agência Bancária) é um sistema terminal que, justamente por ser terminal, não necessita de tempo de warm-up! Porém, para quem utiliza a versão PLE e precisa do tempo de warm-up no seu modelo, o AnyLogic tem um arsenal infindável de opções. Alguns caminhos simples para quem está começando são:

    1. Crie um parâmetro no agente Main para armazenar o tempo de warm-up, por exemplo wupTime;

    2. Em cada Dataset criado, selecione a opção Update data automatically e coloque como First update time o parâmetro criado, como no exemplo:

  1. O bloco Statistics (e todos os blocos da paleta Analysis) possui(em) a opção Update data automatically que permite definir o momento de início da coleta de dados. (Lembre-se que utilizar esses blocos facilita, inclusive, o processo de simulação na nuvem):